Strava anuncia que app passa a ser mais dedicado a assinantes


O Strava, misto de app de treino e rede social, anunciou algumas mudanças em sua plataforma: a partir de agora, todas as novidades serão destinadas aos assinantes do plano pago, que foi unificado e custa R$119,90 ao ano ou R$15,90 por mês. A versão gratuita continuará disponível em todas as lojas virtuais, mas alguns dos recursos antes abertos, como as tabelas de classificação dos segmentos, estarão disponíveis apenas para os assinantes. Nesse início, toda a comunidade terá acesso a 60 dias de teste da versão paga.

– Ao focar nos assinantes, poderemos garantir a operação do Strava para os nossos atletas pelas próximas décadas, favorecendo de maneira clara e transparente aqueles que decidiram nos escolher hoje. Nossa intenção é usar a renda obtida com estas mudanças e reinvesti-la diretamente na criação de mais e melhores recursos, sem ter que inventar outras maneiras de preencher o seu feed com publicidade ou vender os seus dados pessoais. Queremos simplesmente criar um produto tão bom que você ficará feliz em pagar por ele – disseram os fundadores, Mark Gainey e Michael Horvath, em comunicado.

Os dois ainda enumeraram algumas das melhorias implantadas no site esse ano. Entre as novidades lançadas nesta semana, a nova aba de treinamento oferece uma visão mais ampla de sua forma física e, complementando a funcionalidade “Rotas”, lançada no primeiro trimestre deste ano, o Strava traz o “Web Route Builder”, uma ferramenta poderosa para explorar o que está ao seu redor. Os segmentos continuarão disponíveis para todos os atletas, mas a classificação desses segmentos é parte das funcionalidades que somente os assinantes terão, a partir de agora. Ao todo, a plataforma já soma mais de 50 lançamentos e atualizações neste ano.

– Nossa pequena, porém poderosa, equipe de 180 pessoas já lançou 51 melhorias voltadas aos atletas em 2020, como a sincronização com o Apple Watch, novos mapas e métricas para os esportes de neve, uma grande atualização do recurso Rotas e muito mais. Também removemos algumas distrações, como as Integrações patrocinadas, que foi o mais próximo que chegamos de colocar anúncios no feed. E ainda habilitamos novamente a opção de organizar o seu feed por ordem cronológica. Nos demos conta quantos problemas esta modificação havia gerado e admitimos que demoramos um pouco para atender a esta demanda – disseram os fundadores do Strava, que conta hoje com 7,5 milhões de atletas no Brasil e mais de 55 milhões no mundo.

GloboEsporte – Eu Atleta

 

Deixe seu comentário